• O dragão é o único animal imaginário da simbologia chinesa. Simboliza a sabedoria, poder transformador, força, proteção e riqueza. Ele nos inspira e representa o nosso propósito e missão.

Domingo, 16 Abril 2017

 

O Universo é um campo quântico.

Tudo o que existe deve-se a combinação harmônica de forças opostas, negativa e positiva, diferenciando-se pela frequência de vibração.

Quanto mais baixa for a frequência vibratória, mais densa e mais átomos terá, compondo a matéria, que é mantida pela força eletromagnética.

Quanto mais alta for a frequência vibratória, mais volátil e menos átomos terá.

A força vital ou psíquica substitui a força eletromagnética no mais alto nível de frequência vibracional.

O pensamento é uma energia vibratória.

O Universo é próspero e abundante e, tudo, em todo o Universo está conectado. Nós fazemos parte desse campo de energia.

As nossas intenções dão forma a energia e, a nossa atenção, transmite a energia, ou seja, cocriamos a nossa realidade.

Manifestamos e acessamos riquezas materiais quando estamos em sintonia atraindo para nós o que corresponde ao mesmo nível de frequência dos nossos pensamentos e emoções.

Consequentemente, as nossas crenças podem nos impulsionar ou limitar.

Geramos riqueza quando:

  • Mantemos atitude mental positiva – pensamentos de qualidade;
  • Estabelecemos metas – declaração da intenção, dando forma à energia;
  • Usamos a nossa criatividade e energia para criar recursos;
  • Mantemos o foco – energia direcionada aos objetivos (transmissão);
  • Mantemos o equilíbrio entre DAR e RECEBER;
  • Agimos;
  • Agradecemos.

O dinheiro é consequência.

Interferências negativas:

  • Ganância
  • Avareza
  • Desperdício
  • Ostentação
  • Soberba

Ganância

Tudo o que existe no universo está em constante vibração, num movimento comandado pela polaridade e pelo ritmo.

Quando rompemos ou interferimos, provocamos a desordem.

A ganância, ao contrário da generosidade, é um desejo intenso ou vontade exagerada de acumular riqueza que interfere negativamente provocando desarmonia.

A pessoa gananciosa faz o jogo Ganha-Perde para acumular, sem se importar como, o que pode levá-la a enganar pessoas, à corrupção, manipulação ou até mesmo a cometer crimes.

Por um tempo, pode ganhar, mas o Universo se encarrega de corrigir os desvios.

Toda a ação gera força de energia que retorna para nós (Lei do Carma).

Avareza

Na natureza, tudo se move e vibra, nada é estático. O que para morre.

Para ganhar, é preciso dar.

A avareza é o apego demasiado ao dinheiro e ao que ele representa, levando a pessoa a acumular e guardar para si, com medo de perder.

Quando o dinheiro não circula, o fluxo da riqueza fica obstruído.

O avarento é o pobre endinheirado. Tem, até o limite que consegue acumular, mas não consegue usufruir.

Desperdício

É o dinheiro que escapa pelo ralo quando não valorizamos as nossas conquistas e merecimento, descuidando de aspectos importantes da nossa vida e dos nossos papeis.

Quando esbanjamos investindo ou retendo itens que não nos são úteis, que não nos trazem benefícios, nem nos acrescentam valor, deixando-os obsoletos e se deteriorarem, provocamos desequilíbrio que interfere no fluxo de energia.

Não somos seres isolados. As nossas ações influenciam o nosso meio. Quando desperdiçamos o que poderia ser últil para alguém, estamos sendo egoistas e, não contribuimos, nem exercemos influência positiva no nosso ambiente.

Ostentação

Que tipo de amigos você quer?

Valemos pelo que somos, não pelo que temos.

Quando a referência da pessoa é externa, ela preocupa-se com a opinião alheia, gerando, muitas vezes, a necessidade de exibir-se para parecer melhor do que os outros. Acredita que precisa ter para ser aceita.

Mas, na tentativa de conquistar a admiração dos outros, ao exibir os seus feitos ou bens, estimula a ganância e a inveja e atrai pessoas bajuladoras e interesseiras, além do risco de perder o que conquistou.

“A sabedoria está com os modestos”

Soberba

A pessoa soberba tem a visão distorcida de si. Manifesta superioridade sobre os outros, orgulho exagerado, arrogância.

Sente em dificuldade em receber, interferindo negativamente no fluxo de energia. É preciso haver harmonia entre Dar e Receber.

Os maiores inimigos estão dentro de nós. O que atraímos e recebemos é consequência dos nossos pensamentos e ações, sejam conscientes ou inconscientes. Às vezes relacionados a fatos tão distantes que até esquecemos, mas estão lá dentro e, quando negativos, avolumando-se, corroendo, podendo se manifestar a qualquer momento desencadeados por eventos que, aparentemente, não tem relação.

Portanto, mantenha a sua energia em equilíbrio, cuide dos seus pensamentos e das suas crenças. Desapegue-se, desfaça-se das emoções negativas. Tudo volta para nós.  Não perca tempo gastando a sua energia em combater o que está lá fora.

Se você quer prosperidade, foque na prosperidade, não na carência. Acredite em você, peça ao Universo, permita-se ir além, aja, agradeça e a bênção lhe será concedida.  

Sucesso e Felicidade!

    

Lúcia Arlete Machado Nunes

Consultora Organizacional, Master Coach e Master em PNL

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Você está comentando como visitante.